Passagens, hotéis e serviços.

A Michelle Tour utiliza os cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Continuar e fechar

0
Uncategorized

Com a aceleração na vacinação em certos países, alguns brasileiros não querem mais esperar para tornarem-se imunes da temida Covid-19. Aliado a esse sentimento de incerteza, algumas nações passaram a oferecer o “turismo da vacina”, pois já possuem boa parte da população local vacinada, além de grande oferta de imunizantes.

Apesar das vacinas serem gratuitas, o custo da viagem é alto, afinal, para entrar em alguns países, é preciso que os passageiros vindos do Brasil façam quarentena de pelo menos 14 dias em outra nação.

Turismo de vacina: saiba quais países estão vacinando turistas contra  Covid-19

Em que países a vacinação de turistas acontece?

Cuba: A maior fonte de renda da ilha caribenha vem do turismo e pode ser exatamente por este motivo que Cuba foi um dos primeiros países a fornecer a vacina contra o Corona Vírus para turistas estrangeiros. O país espera ter 100 milhões de doses da vacina ainda em 2021, e possui a meta de vacinar a população cubana inteira (mais de 11 milhões de pessoas) esse ano; além de exportar o imunizante para outros países como Índia, Vietnã, Venezuela e Irã.

Estados Unidos: A vacinação para turistas já é uma realidade no país, com a responsabilidade de cada estado na sua organização. Na Flórida, a regra é oferecer vacina apenas para moradores ou trabalhadores da localidade, entretanto, na prática não está sendo exigido o comprovante de residência, o que tem feito com que pessoas de outros estados e muitos estrangeiros consigam se vacinar. Outrossim, na Califórnia não é exigido comprovante de residência para adultos acima de 65 anos.

O mesmo acontece em Nova York, que anunciou um plano para vacinar turistas nas principais atrações da cidade. O prefeito criou centros de vacinação móvel em vans que ficam estacionados em pontos turísticos.

Emirados Árabes Unidos: A imunização é vista como uma oportunidade de negócio na localidade, embora o governo local não tenha oficialmente confirmado a iniciativa. De acordo com uma reportagem recente, o clube de elite londrino Knightsbridge Circle tem oferecido aos seus clientes a possibilidade de irem a Dubai receber vacinas produzidas pela empresa chinesa Sinopharm Group. Segundo a assessoria de imprensa do clube, o objetivo é estimular o turismo no país.

A Autoridade de Turismo de Dubai informou em um comunicado que apenas residentes com carteiras de identidade dos Emirados Árabes Unidos podem obter a vacina Covid-19 nos correios de todo o país. Apesar disso, há relatos de que brasileiros em férias em Dubai foram vacinados no emirado.

Rússia: A vacinação contra a Covid-19 não está restrita apenas ao grupo prioritário. Qualquer pessoa pode receber uma dose gratuita da “Sputnik V”, incluindo estrangeiros. Os interessados precisam apenas apresentar um documento de identificação. Contudo, o governo russo tem evitado incentivar esse tipo e afirma não ter a intenção de usar a vacina para incentivar o turismo.

Ilhas Maldivas: O arquipélago está estudando fornecer vacina aos viajantes que desembarcarem lá. A atividade faz parte do programa chamado 3V: “visit, vaccinate and vacation” (visitar, vacinar e férias), uma maneira de impulsionar a economia das Maldivas, que depende em grande parte do turismo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X