Passagens, hotéis e serviços.

A Michelle Tour utiliza os cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Continuar e fechar

0
Uncategorized

Construída no início do século XVIII, com o objetivo de extração de pedras preciosas, a cidade de Diamantina possui grande valor histórico. O local exibe casarões coloniais e igrejas barrocas encantadoras, espalhados por suas ruas de pedra e iluminados por lampião. Isto porque Diamantina recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco no ano de 1999, permanecendo com sua essência e beleza intocáveis.

Localizada a 300 km da capital Belo Horizonte, a localidade é ponto de partida de uma das rotas mais populares para o turismo mineiro: A Estrada Real, que conta a história de exploração do ouro e do diamante no Brasil colonial. Não é atoa o nome da cidade, uma vez que ela apresentava abundância de diamantes no período.

Diamantina - cidade histórica de Minas Gerais - InfoEscola

No inverno, entre os meses de junho e agosto, a temperatura de Diamantina costuma ser agradável durante o dia e bate um friozinho digno de casacos à noite, chegando em torno dos 9° C, ideal para aproveitar muito a culinária local e visitar as feirinhas de artesanato, porém sem deixar de lado a conexão com a natureza e conhecer a exuberante paisagem formada pela Serra do Espinhaço, repleta de grutas e cachoeiras.

O que fazer em Diamantina

Casa de Juscelino Kubistchek

Casa de Juscelino Kubitscheck – Foto de Casa de Juscelino Kubitschek,  Diamantina - Tripadvisor

O município também foi morada do ex-presidente da República, local onde viveu e cresceu. Aos amantes de história, a modesta casa de JK hoje, abriga um museu sobre sua vida. O acervo de quadros, fotografias e objetos pessoais contam um pouco da jornada do político desde sua infância.

Igreja São Francisco de Assis

Igreja São Francisco de Assis em Diamantina

Com localização privilegiada, no alto do morro e com linda vista para a cidade, a Igreja de São Francisco de Assis tem como estilo arquitetônico o rococó. O local chama a atenção pelo interior belíssimo, com pinturas de José Soares de Araújo e Silvestre de Almeida Lopes, grandes artistas brasileiros que retrataram a arte sacra mineira. A igreja também se destaca por ser o local onde Chica da Silva, mulher negra e escrava alforriada, foi enterrada. 

Parque Estadual do Biribiri

Vila do Biribiri - Diamantina (Foto: Sylvio Bazote) # Paisagens de Minas  Gerais | Diamantina mg, Vila, Minas gerais

Aos que procuram maior contato com a natureza, para curtir o momento com tranquilidade e muito aconchego, o Parque do Biribiri é o local certo para aproveitar o dia. A, aproximadamente, 13Km do centro de Diamantina, o lugar possui lindas cachoeiras (que no inverno ficam um pouco mais fracas pelo período de seca), possibilitando banhos em suas piscinas e poços. Ademais, a região oferece diversas opções de ecoturismo como caminhadas, escaladas e rapel. Para a hora da refeição, a Vila de Biribiri, onde localiza-se o parque, conta com ótimas opções de barzinhos e restaurantes, com culinária local e farta.

Casa de Chica da Silva

Casa de Chica da Silva-Diamantina – Guia da Estrada Real

Lugar onde viveu um dos grandes nomes de Diamantina, Chica Silva foi uma mulher negra e escrava alforriada, casada com o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira, fazendo com que ganhasse uma posição de destaque na sociedade (o que não era nada comum na época). A residência é repleta de cômodos amplos, jardim, bonitas sacadas e paredes internas de pau a pique.

Rua da Quitanda

Fique encantado com a Rua da Quitanda em Diamantina - Cidades Históricas

Localizada no centro de Diamantina, é parada obrigatória para quem busca por boas opções de bares e restaurantes (eles têm uma proposta rústica linda e aconchegante). Nada melhor que se deliciar com a culinária mineira mergulhando de vez em sua história e cultura!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X